Tecnologia do Blogger.
RSS

*MORTES MISTERIOSAS*

*MENINO TERIA MATADO OS PAIS
E UMA TIA EM SÃO PAULO*
A polícia acredita que Marcelo Eduardo Bovo Pesseghini, de 13 anos,
matou os pais, a avó e uma tia-avó e depois cometeu suicídio. "A
cena do crime é coerente com a hipótese de que ele seja o autor",
disse o delegado Itagiba Vieira Franco, diretor da Divisão de
Homicídios da Polícia Civil.
Em entrevista à TV Globo, o comandante-geral da PM, Coronel Benedito
Meira, disse que as investigações apontam que o garoto foi à escola
após matar a família. Na madrugada, Meira já havia descartado a
participação de facção criminosa no crime.

*VÍTIMAS*
Os corpos de Marcelo, de Luiz Marcelo Pesseghini, de 40 anos,
sargento das Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar (Rota); Andreia
Regina bovo Pesseghini, anos, Cabo da primeira Companhia do décimo
oitavo Batalhão da Polícia Militar; de Benedita de Oliveira Bovo,
de 65 anos; e de Bernadete Oliveira Silva, de 55; foram encontrados
na tarde de segunda-feira na casa da família na Vila Brasilândia,
em São Paulo.
A perícia inicial revelou que cada vítima foi atingida por um tiro,
na cabeça, com uma arma de calibre 40. A pistola estava por baixo do corpo
de Marcelo. Não havia sinais de arrombamento na casa. No local, foi
encontrada uma mochila, que seria do garoto, com uma faca e um
revólver 32.

*PLANEJAMENTO*
Um dos principais testemunhos foi dado ontem pelo melhor amigo de
Marcelo, um jovem de 13 anos que estudava na mesma classe. Segundo
ele, Marcelo havia dito que queria fugir de casa e que sonhava
em ser matador de aluguel. Ele tinha os planos de matar os pais à noite
e morar em um lugar desconhecido. Segundo o colega, Marcelo
havia dito isso várias vezes. (AE)
(Jornal DAQUI e imagens da internet)

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Ocorreu um erro neste gadget