Tecnologia do Blogger.
RSS

*1-MUITO ALÉM DE AMAR* *2- AO AMOR ANTIGO*

*MUITO ALÉM DE AMAR*

É pouco poder te ver,
É pouco mesmo te ver.
Como, então, satisfazer
A ânsia de te querer?
E como o medo vencer
De pensar em te perder?
Não me contento em te amar.
Preciso ir muito além!
Queria poder fundir
O meu ser com o teu ser.
Eu não só amo te amar:
Além de amar te amar,
Adoro te adorar.
(Oriza Martins e imagem da internet)


*AO AMOR ANTIGO*
O amor antigo vive de si mesmo,
Não de cultivo alheio ou de presença.
Nada exige nem pede. Nada espera.
Mas do destino vão negar a sentença.

O amor antigo tem raízes fundas,
Feitas de sofrimento e de beleza.
Por aquelas, mergulha no infinito,
E por estas suplanta a natureza.

Se em toda parte o tempo desmorona
Aquilo que foi grande e deslumbrante,
A antigo amor, porém, nunca fenece
E a cada dia surge mais amante.

Mais ardente, mas pobre de esperança.
Mais triste? Não. Ele venceu a dor,
E resplandece no seu canto obscuro.
Tanto mais velho quanto mais amor.

(Carlos Drummond de Andrade e imagem da internet)

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Ocorreu um erro neste gadget