Tecnologia do Blogger.
RSS

*MAL DE AMOR*

A dor que do meu peito se apodera, esta chaga, que meu coração
Dilacera...É mal de amor. Que não tem cura é incessante desencontro.
Apesar de tanta procura, é mudo de desejo, de encontrar em um beijo,
A alegria que só você soube me dar.
É já não saber o que faço, depois de tanto fracasso.
Tenho medo de me desesperar.
É uma tortura, esta constante procura sem me encontrar.
E a solução para minha dor está nos meus sonhos em que emocionada
Ouço os teus passos, a porta se abre e chorando te sinto
Em meus braços, dizendo:


- Voltei pra ficar...
Então eu me desespero, morro de medo de acordar.
Apego-me àquele instante como se fosse o derradeiro e
Te beijo feliz a sorrir.
Você diz que me ama, doce mentira que eu adoro ouvir.
Nós assim abraçados,
Corpos colados,
Desejos de amor...E rolamos pela cama, caímos pelo chão.
Damos-nos num desejo incontido;
De quem tanto esperou de repente você se vai.
Tudo foi um sonho, alguém me acordou de você,
Só a saudade restou!

www.edminuano.com.br
(Imagens da internet)

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Ocorreu um erro neste gadget