Tecnologia do Blogger.
RSS

*TODA UNA VIDA*



Toda una vida
Me estaria contigo
No me importa em que forma
Ni donde, ni como
Pero junto a ti
Toda una vida
Te estaria mimando
Te estaria cuidando
Como cuido mi vida
Que la vivo por ti
No me cansaria
De decirte siempre
Pero siempre, siempre
Que eres en mi vida
Ansiedad, angustia
Y desesperación
Toda una vida,
Me estaria contigo
No me importa en que forma
Ni donde, ni como
Pero junto a ti.

(Um dos mais antigos boleros da carreira de Gregório
Barrios, o maior intérprete de boleros de todos
os tempos.)

*DICA DAQUI, Ó!*

Elimine o excesso de sal em sopas e refogados colocando
uma batata grande cortada em pedaços. Leve de volta ao
fogo e depois é só tirar a batata que absorveu o sal.

(Jornal DAQUI)

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

4 poemas:

Daniel Savio disse...

Amor tem de dura enquanto ele te de durar, mas que esta duração seja inesquecivel ao teu jeito...

Fique com Deus, menina Ana Maria.
Um abraço.

EDUARDO POISL disse...

Hoje passando para te ler, e desejar um lindo final de semana com muito amor e carinho

"É melhor tentar e falhar, que preocupar-se e ver a vida passar.
É melhor tentar, ainda que em vão, que sentar-se fazendo nada até o final.
Eu prefiro na chuva caminhar, que em dias tristes em casa me esconder.
Prefiro ser feliz, embora louco, que em conformidade viver..."
Martin Luther King

Abraços com todo meu carinho

Viviana disse...

Querida Ana Maria

Olá minha doce amiga!

Que lindo este bolero!

Que linda a foto!

Toca-nos...

E a dica sobre o sal, é importantíssima!

Eu costumo fazer isso. E resulta mesmo.

Amiga

Informo-a que tem mo meu blogue uma "coisinha" para si.

Tenha um lindo dia

Um beijo

viviana

Fernando Santos (Chana) disse...

Olá Ana Maria, belo texto...Espectacular....
Beijos

Ocorreu um erro neste gadget