Tecnologia do Blogger.
RSS

*COMPARTILHE*


Em vez de criticar
tudo e usar
muito o intelecto, permita que as pessoas
conquistem você.
Deixe que as coisas sigam seu próprio fluxo.
Não atrapalhe.
Compartilhe com alguém.
Procure mostrar
que pode mudar
o que está à sua volta e que se aprofunda
naquilo que quer,

como ainda consegue inventar
coisas diferentes.
Imagine e crie.
Deixe o entusiasmo lhe conduzir
ao sucesso desejado;
sem excesso.

***Ana Maria Gonçalves***

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

10 poemas:

Denise Ceciliano disse...

Essa janelinha me fez lembrar das ruelinhas que tem em Caslano lá na Swissminiatur que a gente visitou lembra??
beijos!

Ana Maria disse...

Oi filha, como tenho essas lembranças gravadas. Lugar lindo! Breve voltarei aí.
Beijinhos!

Daniel Savio disse...

Belo poema senhorita Ana Maria, sendo que prometo seguir os seu blogs sim, está bem?

Fica com Deus, menina.
Um abraço.

Marcella Castro disse...

Tem pessoas que fazem questão de colocar obstáculos nos relacionamentos, seja na amizade ou em um amor, isso acaba prejudicando elas mesmas, afastando as pessoas. Como você disse, temos que deixar o fluxo percorrer, sem criar barreiras!
Beijo querida!

Avassaladora disse...

Obrigada pelo seu carinho.
Que bom poder compartilhar esses espaços virtuais, e atravez deles, conhecer pessoas assim como voce!

Beijos e carihos

FERNANDA-ASTROFLAX disse...

QUERIDA ANA MARIA UMA POSTAGEM MUITO BONITA ADOREI!!!
UM GRANDE ABRAÇO DE CARINHO E TERNURA,
FERNANDINHA

Anita disse...

"A felicidade é como uma borboleta que quando tu a persegues, sempre está mais longe do teu alcance. Mas que se tu te sentas e ficas quieta uns momentos, pode ser que pouse no teu ombro."

Votos de uma maravilhosa segunda feira.
beijinhos.
Fica bem. Fica com Deus.
Anita (amor fraternal)

Andreia do Flautim disse...

Uma boa semana para ti!

Cadinho RoCo disse...

Tudo que há no eu, inicia no eu. Se o eu se fecha, o que está à sua frente apresentar-se-á fechado também.
Cadinho RoCo

Tetê disse...

Às vezes com nosso ímpeto atrapalhamos coisas que fluiam muito bem... Lindo o poema! E a primeira imagem me lembrou Morgana, das Brumas de Avalon! Bjks e boa semana!

Ocorreu um erro neste gadget