Tecnologia do Blogger.
RSS

*CALOR HUMANO*


Senso crítico. Avaliar posturas. Interiorizar.
Descobrir coisas. Satisfação no olhar.
Esforços garantidos. Descansar.
Curtir
e divertir.
Calor humano. Relação a dois.
Circulo social. Expansividade. Entendimento.
Bons planos, sem exageros na busca material.
Ter o cuidado para não ser o centro
de atrações.

Relaxar,
mais atenção
ao plano sentimental.
Momento ideal.
Intuição aliada.
Senso prático, sem obsessão.

***Ana Maria Gonçalves***

SONETANDO A INFÂNCIA

A mãe preocupada com a comida, o trivial.
Ela, lidando, costurando, lavando, amando.
Irmã, louríssima, bonita, gordinha, brincava.
Pai, trabalhador braçal no campo, meeiro.

Nós, na grandeza do lar, na infância,
entre livros, brinquedos e peraltices,
tendo a inocência como parceira da idade.
São imagens de tempos que não se apagam.

Sonhos, eram miúdos, de criança pobre.
Insignificantes, povoando desejos.
Sonhos voando pelas horas do passado.

Oh, que desejos sublimes, gostosos, doces!
Andar a cavalo na garupa com o pai, na roça,
jogar bola no largo da igreja, com primos.

"Livro: Emoções por Inteiro, de
Luiz Contart, p.36"

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

2 poemas:

xistosa - (josé torres) disse...

Tão bom voltar à meninice.

Mas não há retorno físico (esse não volta mais).
Por isso ficam as imagens que gravámos cá dentro.

Um bom fim de semana relaxado e sem obsessões.

FERNANDA & POEMAS disse...

QUERIDA ANA MARIA, MARAVILHOSAS POSTAGENS... SIMPLESMENTE SUBLIMES... UM GRANDE ABRAÇO DE CARINHP E TERNURA,
FERNANDINHA

Ocorreu um erro neste gadget