Tecnologia do Blogger.
RSS

*INSÔNIA*

Os suspiros se sucedem
No sentimento do homem
Amargurado pela doença
Da grave solidão real.

São sinais atordoantes
De uma existência fixa
Nas sombras das lutas.
É o delírio das vozes.

A paz do sono não vem.
O alívio do amor faliu
Ao sentir sua solidão.
Ficou a insônia mania.

A noite ficou em claro
E o dia é mais escuro.
A vida ficou mais dura
Com sua inútil tortura.

Sono e sonho não darão
A sensação de um vácuo
De treva imobilizante,
Que suspira a solidão.

(Emoções por inteiro)
(Imagens do Google)

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Ocorreu um erro neste gadget