Tecnologia do Blogger.
RSS

*BEIJOS*


Eu sei: sou outra nesta embriaguêz!
Universo a girar gi-ran-do, olhos também.
O úmido provado acima da vontade,
A flor da pele os arrepios vividos!

Os lábios se imantando em tantas partes
Anestesia da realidade, em flor aberta.
No céu da boca, fogos de artifício explodem.
Tênue subir pela paixão das bocas!

Viver para sempre assim estes momentos
Sentir como jamais aquela dor em sonhos,
Trocar ternuras por atrevimento.

E beijos...beijos...beijos!
Continuar beijando;
Até que, neste envolver de almas sedentas,
Eu consiga sorrir, chorar, enquanto amo!

"Conceição A. Giacomini Soares"

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

6 poemas:

DE-PROPOSITO disse...

Trocar ternuras por atrevimento.
-----------------
Eu prefiro ternuras. No entanto, o atrevimento em determinados momentos, não faz mal nenhum.
Fica bem.
E a felicidade por aí.
Manuel

Fernando Santos (Chana) disse...

Olá Ana Maria, belo poema...Soberbo....
Beijos

EternaApaixonada disse...

Minha querida amiga Aninha

Você sempre tão delicada e gentil! E aqui lindas postagens, que merecem ser lidas com calma. Voltarei, e estou lhe devendo visitas nos outros blogs. Tardo, mas, apareço assim que puder, com muita alegria!
Uma linda semana, minha terna amiga!
Beijos com muito carinho

Gilbamar disse...

Se alguém inventou alguma coisa melhor do que o amor com todos os seus detalhes e minúcias, aí incluindo os beijos, abraços e que tais, certamente guardou só para ele.

Poético abraço do amigo Gilbamar.

Ficaria feliz com sua visita também ao meu outro blog:
http://cantodomeucordel.blogspot.com/

Delfim Peixoto disse...

Ternura apaixonante
bjs

Tetê disse...

Verdadeiro delírio de amor!!! Nossa! Obrigada, querida, pela visita! Bjks Tetê

Ocorreu um erro neste gadget