Tecnologia do Blogger.
RSS

*OLHO PARA AS FLORES E SORRIO*




E há poetas que são artistas
e trabalham nos seus versos
como um carpinteiro nas tábuas!...

Que triste não saber florir!
ter que por verso sobre verso,
como quem constrói um muro
e ver se está bem, e tirar se não está!...
Quando a única casa artística é a terra toda
que varia e está sempre bem
e é sempre a mesma.

Penso nisto, não como quem pensa,
mas como quem respira.
E olho para as flores e sorrio...
Não sei se elas me compreendem
Nem se eu as compreendo também,
mas sei que a verdade está
nelas e em mim
e na nossa comum divindade
de nos deixarmos ir e viver pela terra
e levar ao colo pela estações contentes;
e deixar que o vento cante para
adormecermos.
E não teremos sonhos no nosso sono

"Alberto Caieiro"

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

7 poemas:

Fernando Santos (Chana) disse...

Olá Ana Maria, espectacular....
Beijos

Liginha Gabriela disse...

Oii Ana Mariaaa...
que belo poemaa!!

Adoro receber rosas...qual mulher não gosta neh?!

um abraço bem forte em ti querida

^^

Anita disse...

Amigos são como anjos que nos levantam nas pontas dos pés quando nossas asas têm problemas, lembrando-nos como voltar a voar!

Beijos.
Um dia abençoado.
Obrigado pelas rosas.
Fica bem. Fica com Deus.
Anita (amor fraternal)

Viviana disse...

Querida Ana Maria

Ai quanta rosa bonita!

Uma maravilha!

Tambem é uma maravilha este poema que eu não conhecia do grande Alberto Caeiro.

Obrigada pois, pelas rosas e pelo poema.

Um beijo

viviana

FERNANDA & POEMAS disse...

BELO POEMA ANA MARIA... ADOREI!!!
ABRAÇOS DE AMIZADE,
FERNANDINHA

Daniel Savio disse...

Depende do gosto de cada um, pois alguns poetas são mais engesados, outros não...

Fique com Deus, menina Ana Maria.
Um abraço.

Tetê disse...

Oi Ana! Um texto divino! E, que fofo o menininho com as flores!!!! Tadinho, tá pesado!!!! rs...rs...rs... Obrigada pelas visitas! Bjks Tetê

Ocorreu um erro neste gadget