Tecnologia do Blogger.
RSS

AMOR DE BORBOLETA



Recados para Orkut








A borboleta e o amor
têm muita coisa em comum,
pois os dois gostam de flor
e não tem peso nenhum.

Ela vem tão docemente,
é tão leve a mariposa!...
A flor ou folha nem sente
quando a borboleta pousa!

Todo Amor de quem se casa
deve ser assim bem leve,
como o ruflar de uma asa
ou como um floco de neve.

Está aí, dourada e preta,
é o exemplo de quem ama:
é o doce Amor-Borboleta
que busca a flor, nunca a lama!

Num sentido, o Amor não seja
como as borboletas belas:
Amor que as flores só beija,
não fica em nenhuma delas!

"Heber Salvador de Lima"

A P R I M O R A R

Aprimorar
conhecimentos.
Repensar
relações. Acúmulo de compromissos.
Concuir
tarefas. Ser responsável,
ultrapassar
obstáculos e progredir.
Trabalho agitado.
Grande oportunidade.
Contatos favorecidos.
Menos comentário da vida.
Movimento,
capacidade,
cuidados.

***Ana Maria Gonçalves***

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

7 poemas:

Andreia do Flautim disse...

As borboletas são bonitas, mas têm uma vida muito curta!

Lisa disse...

Doce é o amor querida amiga...rsrsrs...

Poemas lindas...amo seu espacinhu...

Deixando grande beijo e carícias no teu coração...

Jinhusssssss...

Tentativas Poemáticas disse...

Olá Ana Maria
Conheci-a através dum bom amigo comum: cadinho roCo. Gostei muito do seu blogue. Lindo!
O peso da borboleta lembrou-me o poeminha que escrevi há algum tempo e que agora lhe ofereço:

O PESO DE UM BEIJO

Ao receber um beijo gigante/
Quase tão grande quanto o meu amor/

Senti-me tão leve e flutuante/
Lançado à água qual frágil flor

Um beijo leve com ternura.
António

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá querida Ana Maria, peço que me desculpes, só agora vir ao teu blogue, mas estive a actualizar os meus quatro e o tempo é escasso... Adorei a postagem... L I N D A !
Bom fim de semana, beijinhos de ternura,
Fernandinha

Viviana disse...

Olá querida Ana Matria,

Mais uma vez...poemas lindos.

Uma boa noite de repouso.

um abraço, amiga linda
Viviana

daniel disse...

Ana Maria

O amor e a boboleta, podem ser comparados, na sua inebriente leveza, como nos diz o poema de Heber Salvador de Lima.
O Amor tem de ser visto da forma diferente, a beleza da borbeleta é efeméra, como a sua vida.
O "in love" tem nuaces, a sua sustentabilidade, tem exigências, que pressupõem partilha.
Beijo,
Daniel

Anita disse...

Desejo que Deus ilumine o teu fim de semana para que ele seja repleto de amor e paz!!
Beijos.

Deixei mais umas sugestões para o fim de semana.
Fica bem. Fica com Deus.
Anita (amor fraternal)

Ocorreu um erro neste gadget