Tecnologia do Blogger.
RSS

POSSIBILIDADES E ESPAÇO


Recados e Imagens - Felicidade - Orkut




Tenho um trabalho rotineiro, não posso dele escapar;
torna minha vida mais pura e simples.
Sei que somente a natureza é perfeita.
Meus horizontes estão abertos e eu vislumbro
novas possibilidades de vida.
Só de estar viva com saúde, é meu privilégio.
Sou bastante camarada,
e social.
Não sou agressiva e penso muito antes de falar.
Não me arrependo do que fiz.
Arrependo sim, daquilo que deixei de fazer.
Estou melhor, mais equilibrada.
Reivindico aquilo que é meu
e tento ocupar só meu espaço.
A racionalidade
me ajuda compreender
melhor o mundo.
Com as emoções e sonhos, sei relevar,
sei brincar,
sem ferir os outros. Confio em mim,
tenho armas para lutar
com cuidados especiais.

*Ana Maria Gonçalves*


FILHOS DO DESCASO:

Deitados no tempo,
correndo do vento,
gemendo de frio
nos palcos das ruas.
É gente madura,
vivendo isolada.

Gente que um dia
já foi gigante,
perdeu a esperança
e cansada da vida,
se entregou ao tempo,
vivendo ao relento,
vegetando sem nada dever
prá ninguém.

São seres dormindo nas ruas,
sonhando profundo,
querendo acordar
num mundo melhor.
SERÁ!

"Do livro: A Cortina do Sol, de Fábio
Rachid, p.31"

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

9 poemas:

ATEFAR disse...

Gostei de seu Blog, tem poesias lindas. Parabéns.
Abraço,
Nice.

Multiolhares disse...

Tantas vidas existem nas ruas , que nós passamos sem ver
e são vidads vividas por viver
beijos

Viviana disse...

Olá querida Ana Maria,

Sempre tudo muito lindo por aqui!

Belos poemas, belas palavras, belas mensagens!

Acho que é tudo muito parecido consigo, amiga linda!

Quero-lhe muito bem!

Que o bom Deus a abençoe.

Um beijo

Viviana

Fernando Santos (Chana) disse...

Olá Ana Maria, texto espectacular...
Beijos

xistosa - (josé torres) disse...

Ana maria


Não podemos pintar o mundo de cor de rosa.
Nunca o será...
Penso que ainda bem.
Se tudo fosse perfeito e corresse como um rio, a vida era uma chatice...
Tinhamos sempre as mesmas paisagens, o mesmo trabalho, a mesma mulher, o mesmo sonho, o mesmo fim, o mesmo destino.
Quando falo na mesma mulher, quero referir-me ao que vive só e não sabe escolher.
O homem, (a mulher certamente que também, mas estou a ver do meu lado), não sabe o que quer, quem quer e o que deseja da vida.
É por isso quea infelicidade existe.
Uma pessoa pode enganar-se.
Ter até um filho que não queria.
mas se o tem. ... necessita de assumi-lo.
Um pai e uma mãe, são a base duma família ... mesmo que mal estruturada.
Aqui não há sonhos, só a realidade ... e que cada um a assuma!!!

Por isso, e por tudo é que aparecem os "Filhos do Descaso".

Um homem não tem que viver com a mulher, ou a mulher com o homem eternamente ... têm que compartilhar o que construiram em conjunto, mesmo que estejam separados.

Isso é que é viver.


(não tenho aparecido. Estou cheio de trabalho e este fim de semana, fui festejar, os 36 anos do curso.
Por isso, peguei a minha "metade" e saí mais cedo, para regressar mais tarde.
O amor até é diferente ... e na velhice, a diferença é sempre grande!!!

Deusa Odoyá disse...

Olá minha linda amiga.
obrigado por suas visitas ao meu cantinho.
Espero que tenhas gostado.
Seus poemas são muito lindos, assim como seu coração também, amiga.

Fique na paz do seu doce blog.

sua amiga.
Regina Coeli.

Cadinho RoCo disse...

O negócio é viver.
Cadinho RoCo

Anita disse...

Querida amiga que a cada dia você sinta em seu coração a certeza de que a vida te espera de braços abertos.

Um abençoado dia linda!
Fica bem. Fica com Deus.
Anita (amor fraternal)

Jordanna disse...

Como sempre MARAVILHOSO!!!
beijooos

Ocorreu um erro neste gadget