Tecnologia do Blogger.
RSS

*UM FORA*


Um fora
Fora de hora
Sem preocupação.
Aparecimento
Substituição
Mais estimulação
Surgindo outro mais charmoso.
Repentinamente, mil pessoas,
Mil programas festivos,
Ligações, acontecimentos momentâneos.
Aproveitar
E estar
Em todas;
Esse é o belo momento.

***Ana Maria Gonçalves***
(Imagem da internet)
*Não está acontecendo comigo, mas pode acontecer
comigo e com você; faz parte da nossa vida*


*DICA DE HOJE*

SAIBA COMO MANTER A BELEZA DE SUA
MEIA-CALÇA:

Lisa, básica, colorida, xadrez ou desenhada. As meias-calças
fazem parte do guarda-roupa de quase todas as mulheres.
Práticas, elas valorizam as pernas e dão mais feminilidade e
elegância à beleza feminina. Mas o acessório é delicado e
exige alguns cuidados para que fique sempre bonito e não
estrague muito rápido. Veja abaixo dicas para aumentar
a vida útil de suas meias-calças.

- Para não desfiar, dê uma molhadinha na meia-calça e torça
com cuidado. Insira num saco plástico e leve ao freezer. Deixe
por lá até ficarem completamente congeladas. Descongele
naturalmente e coloque para secar no varal.

- Lave sempre suas meias-calças com sabão neutro e sem alvejante.

- Caso deseje lavar na máquina, coloque as meias dentro de outra
que seja velha e sem uso ou então numa fronha.

- Protegendo o produto evitam-se manchas e bolinhas vindas
de outros tecidos.

- Pendure as peças no varal pelo cós e deixe-as secar naturalmente.

- Na hora de guardar é indicado que a meia seja embalada em
sacos plásticos ou de tecido.

- Se por um acaso a meia desfiar, pingue um esmalte incolor ou
cola branca no fio para evitar que ele corra mais.

- Procure ter sempre na bolsa meias reservas.

(Jornal DAQUI)
(Imagem da internet)


  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

2 poemas:

Daniel Savio disse...

A vezes, um chute te move para frente, mas a gente tem de ter esta consciência.

Fique com Deus, menina Ana Maria.
Um abraço.

Dalinha Catunda disse...

Olá Ana Maria,

Quando uma porta se fecha
Outras portas se abrirão.
Posso até levar um fora
Mas nunca fico no chão.
Tenho o nariz empinado
nunca perco o rebolado
Tem rédeas meu coração.
Dalinha Catunda

Ocorreu um erro neste gadget