Tecnologia do Blogger.
RSS

Timidez


Basta-me um pequeno gesto,
feito de longe e de leve,
para que venhas comigo
e eu para sempre te leve...

_ mas só esse eu não farei.

Uma palavra caída
das montanhas dos instantes
desmancha todos os mares
e une as terras mais distantes...

_ palavra que não direi.

Para que tu me adivinhes,
entre os ventos taciturnos,
apago meus pensamentos,
ponho vestidos noturnos,

_ que amargamente inventei.

E, enquanto não me descobres,
os mundos vão navegando
nos ares certos do tempo,
até não se sabe quando...

e um dia me acabarei.
(Cecília Meireles)
*****************************

DUAS NOITES

Noites
Navegações
Ventos
Chuvas
Invenções
Gestos ocultos
Palavras escritas
Timidez
Pensamentos
Instantes
Adivinhações
Descobertas
Tempo
Espera

***Ana Maria Gonçalves***

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

4 poemas:

DelfimPeixoto disse...

Liiiiiiindo! Amei!
jnhs

lua prateada disse...

Obrigada pela visita e desculpa a demora da visita mas as coisas por vezes não andam tão bem como desejariamos...e já agora adorei teu cantinho...



Na brisa suave do vento
E, tudo o que dele emana,
Passei atravez do tempo
Deixando lindo fim de semana.
Beijinho prateado com carinho

SOL

Sintonias do coração disse...

*****

Ah! Querida amiga que entende o sentimento de quem ama e não se tem a quem amar...
Li agora seus comentários e já estava mesmo para vir aqui...
Sabe, Ana, estive pensando... risos... Na minha infância não tive meu "amigo invisível" hehehehe
estou quase a "criá-lo" agora...
;)
Minha imaginação anda mais fértil recentemente... risos
Que consiga encontrar o que espera, amiga! Não nascemos para ser ilhas...
Linda noite de sonhos!
Beijos da Helô

Sintonias do Coração

*****

Cadinho RoCo disse...

hsaPorque há de vir instante em que todos os outros nele estarão encontrados numa explosão em fato a banhar de sangue vivo a carne em reação.
Cadinho RoCo

Ocorreu um erro neste gadget